quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

História da Cerâmica de Coimbra, nome vulgar: Louça de Coimbra

A cerâmica da região de Coimbra é reconhecida mundialmente pelo seu cariz artesanal. Os artesãos conimbricences inspiraram-se na decoração das porcelanas trazidas da China pelos mercadores da Época dos Descobrimentos.
Durante o século XVII os artistas de cerâmica da região começaram a fazer peças que tinham motivos chineses aliados com outros nacionais.
Há medida que o tempo foi passando os motivos começaram a ter a predominância de animais e aves europeias e uma ramagem mais frondosa. Utilizaram também os brasões familiares para fazer peças personalizadas.
Durante os séculos XVIII e XIX, aproveitando os bons barros da região e o conhecimento de grandes mestres da olaria e da cerâmica, aprofundou-se um estilo característico português. Contudo muitas cercaduras e divisões do século XVII, ainda hoje, necessariamente se mantêm.
Como a aceitação e o reconhecimento destas peças foi muito grande, durante o século XX surgiram, na região de Coimbra, algumas fábricas com o objectivo de fazer réplicas dessas peças do século XVII, totalmente decoradas à mão e com um cunho próprio de cada artista.

 Isaura Marques (licenciada em História e decoradora de Cerâmica)



Quem conhece a Cerâmica Regional de Coimbra e Condeixa-a-Nova?

Existirão muitos que conhecem, pois está por todo o mundo, mas que não conhecem  por esta designação.

Deixamos aqui algumas imagens, para relembrar as Antigas Cerâmicas que se extinguiram como a “Cerâmica de Conímbriga”. Na esperança da preservação e criação de novas cerâmicas… criamos o nosso projecto, o nosso Livro!